segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Por Aqui de Novo!

Há um ano e alguns dias que não venho aqui. Sem culpas e sem desculpas, estou de novo aqui e desejo-vos aqui de novo!
Saí, deixei a porta aberta, mas vazia a casa sente-se fria.
Agora que acabo de entrar, sinto aquele cheiro a bafio das casas sem gente e sem vida... Vou abrir as janelas e esperar pelos amigos. Não trago flores, nem molduras, nem velas nem nada para embelezar a casa, venho apenas eu com uma saudade que precisa acalmar-se na escrita...e em vocês! Procurarei apenas manter as luzes acesas e ficarei à vossa espera... Entrem e sintam-se à vontade, encontrarão semelhanças no meu passado e no meu presente, eventualmente, de mim em vós... no fundo é sempre tudo tão igual. Leiam-me, disfrutem, e deixem mensagens - retribuirei com alegria... a mesma com que o fiz sempre. Estou à vossa espera amigos - os mais velhos, os de sempre, os novos, todos os que aqui quiserem estar comigo. Preciso desta casa e de todos vós! Lá fora é tudo muito incerto, e ainda que tenha de sair todos os dias, quero manter o conforto de saber que quando voltar, outro cheiro estará no ar. Venho agora mas vou entrar devagar, porque trago comigo um turbilhão de histórias, de alegrias, de desilusões, de receios, de sonhos, de vontades, de fraquezas e forças... Trago tanto comigo que não é possivel manter tudo só para mim, mas também não tenho como distribuir tudo já.  O que trago, será uma vez mais para dividir, mas preciso tempo... Sei que é pedir muito nos dias de hoje:  TEMPO! "Ouro" que nem sempre vemos, que muitas vezes não temos e que tantas vezes já não damos nem recebemos! Estou aqui de novo para dá-lo e para  recebe-lo! Voltei e sabe-me tão bem escrever-vos!

7 comentários:

Mina disse...

Esse tempo, que nos controla, nos domina.
Bem vinda de volta a casa.
Beijinhos

Atena disse...

Obrigada Mina!Sempre comigo amiga! Beijo grande

Anónimo disse...

Descobri hoje o seu blog, vinha a deriva, a procura de uma casa com a porta aberta e com as luzes acesas...

Obrigada, senti-me bem em sua casa, prometo voltar.

Teresa

Maria disse...

Que bom o teu regresso :)
Por aqui andamos a meio gás no que à escrita e partilhas "blogueiras" diz respeito. A porta mantém-se aberta, a casa meio descuidada, alguns registos mas ainda a falta de coragem de deixar por escrito o que a vida me tem trazido e levado nestes últimos tempos...
bjs grandes
Gosto de te ler :)

Maria disse...

Que bom o teu regresso :)
Por aqui andamos a meio gás no que à escrita e partilhas "blogueiras" diz respeito. A porta mantém-se aberta, a casa meio descuidada, alguns registos mas ainda a falta de coragem de deixar por escrito o que a vida me tem trazido e levado nestes últimos tempos...
bjs grandes
Gosto de te ler :)

Atena disse...

Querida anónima, muitas vezes o sentido maior das nossas partilhas, reside mesmo na possibilidade da sua troca, umas com as outras... o caminho faz-se sempre mais fácil, quando acompanhadas. Fico feliz por por a ter aqui :)

Atena disse...

Querida Maria, eu tb gosto imenso de ler-te e pouco importa que a casa esteja descuidada... afinal de contas, as nossas vidas permitem lá grandes arrumações! O que conta é continuarmos na medida daquilo que nos pareça ser positivo ir deixando aqui... Beijinho grande

 
Web Statistics