segunda-feira, 7 de junho de 2010

REPONDO ENERGIAS


Acabo de ir ver a dormir, o meu filho... Todos os dias o faço. Verifico se está tapado, apago a musica com que adormece sempre e aproveito para dar mais alguns beijos que nunca são demais, para mim.
No fundo acho que para além de querer cumprir com as habituais rotinas - que aliás presumo que muitas mães fazem - este "ritual" tem um cheirinho a carregamento de baterias... das minhas. Encontro sempre uma imensa força com estes actos. Uma indescritível magia que me fortalece na sua presença serena a dormir, na insustentável beleza da sua expressão feliz e tranquila...
Na verdade procuro dar-lhe conforto, mas acabo por sair muitíssimo mais confortada.
Procuro fazer o meu papel de comum mãe, mas acabo sempre por sentir que ele faz muito mais que o papel de um comum filho.
Durante o dia, continua feliz, uma alegria constante como se o mundo fosse todo belo e vivessemos num paraízo, e este é o nosso objectivo para o nosso filho que procuramos realizar, apenas a cada dia que passa, sem fazer grandes planos a longo prazo. E assim, lentamente temos concretizado o objectivo (eu e o pai). Não tenho duvidas que vive feliz, e contagia-nos com a sua felicidade de tal forma que raramente pensamos no futuro. Quando isso acontece, já quase não nos causa grande efeito. O nosso menino ensinou-nos a viver o aqui e agora... a disfrutar o presente, e por isso vamos conseguindo também ser felizes com ele.
Não fazemos planos mas sonhamos muito e temos desejos ambiciosos - Tudo coisas boas! Dizem que a força dos pensamentos os torna reais... Sonhamos conseguir manter para sempre essa tua maravilhosa alegria, essa ideia de que o mundo é belo, porque na verdade para ti, tem sido! Sonhamos permanecer sempre juntos contigo, como nossa eterna companhia.
Não é sonhar demais... porque "no hoje", já começas a ser o nosso grande companheiro e amigo... "no hoje", querido filho, já é contigo que contamos para nos recarregares as energias!

5 comentários:

caminhante disse...

amiga querida... escreves com tanto sentimento que me deixas sempre com esta pontinha de inveja. eu não tenho filhos nem poderei ter, mas já cuidei dos filhos dos outros. também eu fazia o que fazes: sentava-me ao lado deles e ficava ali, a olhar para eles... que soninho bom... e acho que sim, também recarregava as minhas baterias. porque os nossos bebés têm este efeito, em nós.

quanto ao "viver o agora", é isso mesmo. porque o ontem já se foi e o amanhã não existe. "viver o agora" é tão simplesmente, o segredo.

beijinho na pontinha do nariz :)

Fê-blue bird disse...

Tenho muito pouco a acrescentar ao comentário que fiz no post anterior.
Subscrevo o comentário da minha querida amiga caminhante, que sabe sempre bem o que diz.
As crianças e os filhos são a nossa LUZ, a nossa FORÇA!
Gosto de a ver positiva assim :-)
Mil beijinhos

Mina disse...

Sempre em estado contemplativo, esse olhar no repouso do guerreiro...
Por um lado eles tem essa magia, não nos transmitem o lado mau da vida, que felizmente passar-lhes-à ao lado.
E o Quanto acalma uma coração sentir que eles estão felizes, só por isso já vale apena ser mãe de um menino especial...
bjocas para os 3

Helga disse...

Deliciei-me com as suas palavras de conforto e de amor incondicional. Também adoro contemplar o sono dos meus meninos. Depois da 'rebeldia' saudável de um dia preenchido pelas actividades escolares e em família, é sempre uma energia positiva que nos carrega as baterias no final do dia.

Beijinhos e que o 'hoje' seja sempre o momento mais importante.

Rosa Carioca disse...

Lindo texto. Sentimentos profundos.
Que o "hoje" seja eterno.

 
Web Statistics