segunda-feira, 14 de novembro de 2011

"PRAXE" DOS LENÇOS

Como prometido no post anterior, aqui fica o video do momento da "praxe" dos lenços, a um dos recém empossados lobitos - o meu menino...
Para quem passou por uma das mais duras provas na vida - o diagnóstico de uma perturbação incapacitante e incurável a um filho - este momento tem uma carga emocional e de felicidade INIMAGINÁVEL! O diagnóstico mantém-se, apesar das imensas melhorias... mas a vida prossegue e vai-nos sempre sorrindo, mostrando-nos que há sempre esperança e que há caminho para além disso!
Mantém-se a "sentença" de provável dependência no futuro, mas a vida tem-nos mostrado que há sempre quem nos acompanhe, que nunca se está sózinho, que sempre há quem caminhe connosco e nos ajude a tornar os sonhos em realidade.
Mantém-se o diagnóstico, mas o nosso filho é uma pessoa com vontades, com força, com alma e com uma imensa luz própria que se tem sobreposto tantas vezes, à carga do nome pesado que tem o seu diagnóstico.

E Nós - como seus pais - tentamos apenas que seja feliz! Tentamos proporcionar-lhe um ambiente harmonioso e feliz ... e isso começa em casa, em nós - lutamos nós próprios por sermos felizes! Negamos valorizar a toda a hora as coisas menos positivas! Negamos deixar-nos abater pelos dias mais dificeis! Procuramos viver um dia de cada vez, valorizando sempre muito mais, aquilo de bom que vamos encontrando pelo caminho! E AGRADECEMOS... Agradecemos sempre e agradecemos TUDO!

17 comentários:

Anónimo disse...

Adoro, vir aqui:-)
Vou cheia de orgulho de ver a evolução deste menino...
Graças ao esforço dos pais de dos amigos que os acompanham...
Mas principalmente à força do Vasco,em se superar...
Bjinhos
Mina

Rosa Carioca disse...

Não sou especialista mas, para mim, esta atividade da praxe foi uma ENORME VITÓRIA; pois, na minha opinião, não é nenhuma situação fácil.
É um Verdadeiro Guerreiro!

Maria disse...

Como é bom ler-te, sentir a serenidade e força que pões no que escreves. É também isso que faz do Vasco a pessoa especial que é, que lhe dá a força para lutar, para ir sempre mais além.
bjs grandes

Sandra disse...

FELIZ, FELIZ, FELIZ por vocês!

Beijos grandes nesse lobito!

Anónimo disse...

foi uma vitória com V grande! ele percebeu que poder correr no meio de todos era uma coisa boa,que era o carinho que lhe estavamos a dar,a integrá-lo ainda mais nesta "familia" que tanto gosta dele. Todos sem excepção!
O padrinho Águia estava todo orgulhoso,confessou-me que agora era responsavel por ele ;)
Foi Muito Bom!
Vanessa

Grilinha disse...

Minha querida amiga, realmente eu entendo muito bem a tua postura e identifico-me 100% nela.

Nada tenho a dizer se não concordar em tudo e dar-te os parabéns por isso. Não penso que haja terapias que compensem um bom ambiente familiar e sem grande ansiedade.
E eu que já investi em imensas terapias, por isso sei do que falo.

Um beijinho

Anónimo disse...

Não há mesmo terapia no mundo que o ensine a ter um sorriso tão maravilhoso estampado no rosto! O seu filho estava super feliz!!! Sinceramente quando vejo este video não vejo de todo um menino autista. Vejo uma criança feliz por estar com os amigos, orgulhoso do seu lenço, integrado em actividades de grupo, sem medo do barulho e da confusão... Não vejo nada diferente de qualquer outra criança. E talvez seja por ter uns pais fantásticos que não o tratam como diferente e lhe proporcionam as experiências de vida que todas outras crianlas têm. Tenho muito a aprender convosco :) Beijos

Rainbow Mum

Atena disse...

Sim Mina, a força do Vasco é muito importante, e tu sabes do que falamos, porque já estiveste algumas vezes com ele! É tudo a contar para se chegar a este ponto... Comprova-se que é da união que nascem bons momentos de alegria. ssim a humanidade conseguisse perceber isto e olhar de forma diferente para a vida! Beijinhos grandes

Atena disse...

Querida Rosa, foi MESMO uma imensa vitória! Senti-a como isso. Vejo e revejo este pequeno video e sabe-me sempre a sonho... sonho realizado... sonho que nem nunca tinha pensado! Abraço

Atena disse...

Querida Maria, esta força não existe sem a luz do meu menino... Eu sou só mãe, e tive a sorte de ter o vasco como meu filho! Beijinho grande

Atena disse...

Amiga Sandra, é tão bom sentir a verdade com que dizes essas palavras! Desejo-te tudo bom, tudo em dobro! Grande beijinho

Atena disse...

Querida Vanessa, tudo o que eu pudesse dizer-lhe não chegava para lhe manifestar a gratidão que sinto para consigo. ISTO Não tinha sido possivel sem todos, e não tinha sido possivel sem si... Desde o primeiro momento... desde que nos acolheu e se empenhou! GRANDE Abraço e que a vida lhe retribua sempre!

Atena disse...

Querida Grilinha, é bom ter-te por aqui e é gratificante sentir uma certa cumplicidade devido ao mesmo optimismo com que reagimos às coisas! Mas eu tenho que confessar que é ao meu filho que o vou buscar e é nele que encontro sempre razões para ser assim, para continuar a ser assim... Beijinho grande

Atena disse...

Querida rainbowmum,
Quando o Vasco era mais pequeno, desespereí, porque as coisas eram muito dificeis... só começou a falar por volta dos 4/5 anos (muita ecolália), era complicado alterar os comportamentos desadequados que tinha, a alimentação era basicamente sopa passada, a hiperactividade e as birras eram enormes, e o uso da casa de banho não foi fácil de adquirir... (As evoluções eram pequenas e demoravam imenso a conseguir). Na minha cabeça, estas condicionantes não previam um desenvolvimento como o que afinal veio a ocorrer. Claro que o Autismo está lá, não se curou e não existe (até ver) cura, mas as competencias têm evoluído de uma forma, que sinceramente não esperava. Gostava muito de poder dizer aos pais de meninos como o Vasco, que foi por sermos assim, por actuarmos desta forma, que ele se foi "abrindo" e evoluíndo tão positivamente... mas não tenho essa certeza. Sei que devemos estimular o mais possivel, numa fase precoce, proporcionar-lhes um ambiente familiar feliz e acolhedor, sei que o meio que o rodeia é vital - como a escola, e outros circulos onde o possa integrar, mas também penso que pesa o grau com que a problemática os afecta. Lamento que este ultimo ponto seja um facto... mas é assim que passados estes anos, tenho entendido as coisas. De uma forma pragmática, temos de os estimular ao máximo, mas eles darão aquilo que lhes for possivel, e temos de o fazer empenhadamente e sem saber os resultados, aceitando-os acima de tudo. E para continuar a ser pragmática, também lhe digo, que o seu menino tem tudo para ter um prógnóstico excelente... tem TUDO para evoluir de uma forma que nem a Rainbow ainda imagina. E tem, além do mais, uma mãe daquelas GRANDES e boas que está com ele para o que der e vier! Grande abraço Mãe!

Rainbow Mum disse...

Tenho a certeza que as excelentes evoluções do Vasco se devem à força da sua mãe. É uma verdadeira inspiração para mim.

Um beijinho e obrigada pelas palavras.

Fê-blue bird disse...

Minha querida amiga:
Ver um filho sorrir assim, só pode dar-vos esperança no futuro.
E o futuro a Deus pertence!

beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Queria pedir-lhe desculpa se a magoei com o título daquele post no CR, mas apenas queria reforçar a ideia de que o Pedro vive no mundo dele e está a esquecer o pasi.
Um beijinho do tamanho do mundo

 
Web Statistics