sábado, 4 de fevereiro de 2012

10 ANOS FELIZ

Conversa de fim de dia, no dia do aniversário do Vasco - 02 de Fevereiro:

(Eu) - Já tens 10  anos filho, és um menino grande. Tiveste 2 bolos, 2 festas - uma na escola e outra em casa. Estás feliz?

(Vasco) - (Não responde)

(Eu) - Estás feliz? Sim, ou não? Muito ou pouco?

(Vasco) - Estou sim, muito.

(Eu) - Então agora, quantos anos tens?

(Vasco) - Fez 10...  vai fazer 11, 12...  13.... 14... 15...... 20, 100?

(Eu) - Sim filho, vais ficar crescido como o pai...

Entretanto mudo de assunto.
 Abraço forte, e beijinhos de boa noite... (Não tenho resposta para os 100.)

Foi um dia grande, muitíssimo feliz e preenchido - tanto que nem me permitiu vir aqui em tempo, partilhar tudo o que senti, num dos dias do ano, que é porventura, o mais especial para mim.
Acordou bem cedo - 6 horas da manhã - Estava excitadíssimo por saber que era o seu dia!
A cada ano que passa, a noção deste tipo de coisas é maior. Neste ano foi total e o Vasco soube celebrar o seu dia como ninguém. Nunca vi tamanha alegria por fazer anos! Os carinhos que recebeu de todos - quer na escola, quer em casa, são reveladores do quanto ele é querido, e eu senti-me profundamente  realizada (e profundamente grata)... Afinal de contas, o meu desejo de fazer do seu caminho, o mais feliz possivel, tem sido uma realidade.
É com uma alegria imensa que olho para trás e vejo que o meu filho tem 10 anos de vida FELIZ!
Nestes 10 anos os momentos mais dificeis que existiram, foram na verdade "criados" por nós, pelas expectativas que normalmente todos os pais têm do filho modelo, standarizado, padronizado...perfeito;  e pelos pensamentos que daí advêem e que na altura tivemos. Ter um filho diferente, não é uma sentença de morte, nem um prognóstico de infelicidade. Pode ser-se muito feliz, mesmo com as diferenças, e com os obstáculos que a sociedade impõe, quando se "foge à regra". E o curioso é que tem sido ele, ainda que com as suas supostas limitações, quem mais nos tem "ensinado" a ver as coisas de um outro prisma... com outros olhos! Com olhos de esperança luz a cor, com olhos de positivismo e boa disposição. Tem sido ele com a sua alegria absolutamente contagiante  que nos tem ajudado a aceitar a vida na sua plenitude e tudo o que ela trás!

Que faças muitos, meu filho, com saude e alegria! Que faças tantos quantos Deus queira e que seja possivel eu dizer sempre a mesma coisa...  Que és feliz (è só isso que eu desejo)!

9 comentários:

filipa disse...

esta foto define a alegria dele ..... mor lindoooo

Sandra disse...

Muitos parabéns! Felicidades!

Beijinhos

Rosa Carioca disse...

Em primeiro lugar: MUITOS PARABÉNS!
Em segundo lugar, desculpe repetir, mas todos nós somos diferentes e todos nós temos limitações...

Mina disse...

Parabéns
E a frase chave, não importa o que é, o que venha a ser, o que importa é que seja FELIZ...
E isso o rosto não engana...
bjinhos

Maria disse...

Muitos parabéns!!!!
bjs grandes

Rainbow Mum disse...

A felicidade está de facto espelhada no rosto do seu menino. E entende-se porquê... Com uma mãe assim, que menino não seria feliz? Tem razão quando diz que eles nos ensinam tanto...Ensinam-nos a entender o que é realmente importante na vida, a dar valor a todas as conquistas e a vencer os obstáculos. Quando há 2 anos soube também que o meu filho era diferente disse na altura que nunca mais ia ser feliz, que nunca mais ia viver bons momentos pois para mim a vida perfeita que imaginava tinha acabado. Como estava enganada. Acho que só depois disso é que consegui entender o que era a verdadeira felicidade, precisamente ver o meu filho feliz, saudável, a dar uma das suas gargalhadas deliciosas e ver que ele de facto sabe apreciar a vida melhor que ninguém.

Que o seu Vasquinho tenha muitas mais décadas de felicidade (até aos 100 anos, no mínimo) com os pais fantásticos que teve a sorte de ter.

Beijinhos

Atena disse...

Define sim Filipa, como tu o conheces... e (normalmente), perto dele é dificil não estar alegre!

Obrigada Sandra, grande abraço para ti! (Espero que esteja tudo bem). BJO ENORME:)

Obrigada querida Rosa Carioca. Percebo o que diz... essa é a forma de ver correcta, mas longe daquela a que a sociedade nos impõe, por isso por vezes tb me "desvio". Beijinho grande:)

Amiga Mina, sem como tão bem me entendes... O que mais nos importa é que sejam felizes, que estejam onde estiverem - estejam bem! Pouco mais importa! Abraço forte

Obrigada querida Maria, e beijinho grande para si.

Querida Rainbow mum, as palavras são suas, mas também são minhas... Cada vida é unica, mas existem coíncidencias que nos aproximam de algumas pessoas de uma forma unica. Entendo-a muito bem... Entendo como sente, ainda que cada caso seja um caso. A felicidade que eles nos ensinam é com dor à mistura, mas transcede largamente uma felicidade vulgar! É o tal 8 ou 80 de que falo tantas vezes...

Isabel Santos disse...

MUITOS PARABÉNS PAPÁS...TÊM FEITO UM TRABALHO MARAVILHOSO COM O VASCO...NÃO TE SEI EXPRESSAR O QUE SINTO AO VER O TEU MENINO TÃO CRESCIDO E JÁ TÃO INDEPENDENTE...SINTO ALEGRIA,MAS TU SABES PORQUÊ AO MESMO TEMPO EMOCIONO-ME E PERGUNTO,SERÁ QUE CHEGAREI A VER O MESMO PELO MEU LADO? NADA ME DÁ O DIREITO DE CRIAR EXPECTATIVAS E APENAS REALIZAR O MELHOR QUE SEI O MEU TRABALHO...AMIGA QUE O VASCO SEJA SEMPRE FELIZ E O MAIS INDEPENDENTE POSSIVEL...10.20.30...100 ANOS.
TODOS OS QUE FOREM POSSIVEIS.
BEIJINHOS COM MUITA SAUDADE DA VOSSA COMPANHIA

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Estou de regresso e li este post com um enorme prazer, Atena.
Muitos parabéns para os três!

 
Web Statistics