sexta-feira, 23 de julho de 2010

PERGUINTAS DIFÌCEIS



"... Como chama o teu médico?"
"... Como chama o médico da Avó?"
"... Como chama o médico do Gabriel?"
Ultimamente, pergunta-me o Vasco o nome dos médicos de várias pessoas que conhece. Costumo préviamente prepara-lo, quando temos uma consulta, para que ele aceite melhor os momentos de consultório, que nunca gostou particularmente.
Começou depois a perguntar-me expontaneamente os nomes dos médicos de outras pessoas, como quem quer saber se os outros também vão ao médico. Decidi dizer-lhe (e creio que não menti, que toda a gente tem um médico, para ver se estamos bem. Pareceu-me que gostou da ideia de não ser apenas ele a ter médicos e a coisa ficou esclarecida.
Hoje, quando o chameí para lhe dar o remédio (risperdal), ele tomou-o - como sempre - mas como nunca o tinha feito antes, perguntou-me em jeito de afirmação: "O Vasco está doente". Esta frase, engasgou-me a alma e não consegui de imediato responder... Preciseí assimilar o que ia no pensamento do meu Vasco. Não fiqueí com a certeza absoluta, mas suspeito que ele começa a entender a sua "diferença"... As pistas começam a denunciar uma certa evidencia desse seu entendimento. (Será?)
Estupidamente, disse-lhe que são vitaminas para ele crescer e ficar forte - não soube o que lhe responder. (Nítidamente chumbeí neste teste, e senti-me pequena ao pé dele).
Por agora creio que, ainda que mal porque menti, resolvi a questão, mas já se me afiguram no pensamento outras perguntas dificeis, para as quais, talvez deva preparar-me melhor!

13 comentários:

Mina disse...

Não tens que te sentir mal preparada, até porque foi um mentirinha piedosa!...
E terás tempo de organizar as ideias e explicar-lhe calmamente que é para ele se sentir mais calmo e descansar melhor.
Estar atenta aos efeitos que possa ter,sei estarás.
Haverá o dia em que ele lerá a brochura do medicamento e secalhar ainda fica mais baralhado como o meu faz xD
Mas na maioria das vezes recusasse a tomar medicação, principalmente essa dos psicóticos xD
Ora se o meu rapaz até têm a técnica de contrariar o sono, às vezes acho que deveria tomar, mas o pai também não é apologista de medicação como tal não sou a pessoa indicada para falar no assunto...

lool que mal é que o "puto" fez para levar um puxão de orelhas do sherek :))))
bjocas

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Nunca estamos preparadas para esse tipo de perguntas, o meu filho quando tinha a idade do seu, andava sempre em consultas, porque infelizmente teve muitos problemas de saúde. A primeira coisa que fazia quando chegava aos consultórios, era perguntar a toda a gente que lá estava:
Já foste operado?
Porque como ele tinha já feito três operações.
Portanto, as perguntas irão sempre surgir, e as respostas nem sempre as temos, mas uma vez mais lhe recomendo
"Um dia de cada vez"
Adorei também ver o Sherek ;-)

Beijinhos e bom fim de semana

Dulce Bregas disse...

Eu também espero pelo dia em que o Francisco pergunte se é diferente dos outros meninos,sinto que será breve,pois ele está cada vez mais atento às nossas conversas.Não te sintas mal,é mesmo para ele se sentir mais forte,mas de outra maneira!Beijinho.

silvia disse...

Amiga todas as mães tem de responder a perguntas dificeis,posso afirmar-te que na maioria das vezes não é nada fácil responder com toda a verdade,enrola-se um bocadinho,desvia-se a conversa,prega-se uma mentirinha inofenciva e lá vamos andando.Não
te sintas mal é mesmo assim,o teu menino está a crescer e a ganhar conhecimento é natural que pergunte,que queira saber...Para além disso
ele está mais aberto ao mundo portanto questiona-o,ainda bem que o faz!
Beijinhos

Sandra disse...

Foi uma mentira protectora... tenho para mim que o fazemos para os proteger da verdade nua e crua e que eles um dia não o levarão a mal.

De qq maneira ( do alto da minha ignorância) não é positivo o Vasco interrogar-se sobre aquilo que vai sendo por si percepcionado?

Está tão crescido! Está um rapazinho!

Beijos

rosa disse...

o meu menino fazer essas perguntas são um sinal maravilhoso, alguma vez pensas-te que ele te fazias perguntas, essas e outras, são sinais do bom desenvolvimento, são melhorias que a algum tempo atras tinhas medo que ele numca tas fize-se,não faz mal o que possas responder isso não e importante, o importante e ele PERGUNTAR.

Rosa Carioca disse...

Todas as crianças fazem perguntas, geralmente, difíceis para nós... Não se sinta mal. Se ele faz perguntas... é porque está a ser um óptima mãe.

Atena disse...

"... O importante é ele PERGUNTAR".
E é mesmo irmã, sabes bem o que tal significa para mim! As "perguntas" são feitas à sua maneira, e embora aqui as chame de difíceis, tomara eu que ele sempre mas continue fazendo!
Beijinhos grandes para todas.

Carlos Pires disse...

Mentir nem sempre é mau. Há filósofos que dizem que acções como mentir ou roubar são sempre más, mas essa opinião é insustentável. Por vezes as consequências (não apenas para nós mas para todos os envolvidos) de não mentir e não roubar são muitos piores do que as consequências de mentir e roubar. A mentira que disse ao Vasco não foi para seu benefício mas para o dele. Por isso...

Seja como for, pergunto-me se alguns pais e educadores que lidam com crianças portadoras desta ou daquela deficiência ou dificuldade, ao tentarem combater os preconceitos e discriminações injustas, e ao sublinharem com razão e justiça os direitos e as potencialidades dessas crianças, não vão por vezes demasiado longe e não caem numa atitude negacionista da diferença... Há defesas da inclusão a qualquer preço que me deixam muitas dúvidas, nomeadamente se serão feitas em nome do interesse das crianças ou apenas em nome das ideologias desses adultos. È que os preconceitos negativos são maus, mas os preconceitos positivos não são muito melhores!

Seja como for, pelo pouco que li do seu blog não me parece que seja o seu caso.

Fê-blue bird disse...

Amiga Atena:
Vou de férias , mas antes passei por aqui para me despedir.
Desejo que todos aí em casa fiquem bem, com muita saúde e paz.
Até Setembro
Beijinhos

Lua Luar disse...

Eles são uma caixinha de surpresas, que nos encanta, e nos fazem chorar e rir de tanta alegria...o meu menino ainda não começou a tomar a medicação, ando sempre adiar até à data não achava mesmo necessário mas aconselharam-me em faze-lo pois ele vai para a primária e precisa de estar mais concentrado,!! e esta nova etapa acho sempre tão difícil de decidir e ainda não estou ainda muito convencida talvez esteja iludida sei lá...
Ele este ano ele teve o adiamento para primária (estou muito arrependida em te-lo feito,.... eu não segui o meu coração)
Mas no outro dia ele me disse
Oh mamã eu sou tonto não sou???
eu respondi: não és nada meu lindoo príncipe.
oh mamã o que é tonto?
eu: as vezes fazes disparates por isso que te chamam tonto...mas não és tonto,
ele: há disparates...
dei-lhe um grande xi-coração
adoro-te lindo,
e muitas risadas a seguir

um abraço com carinho,

caminhante disse...

penso que teria a mesma reacção e diria o mesmo. Creio que é bom o pequenote estar a fazer tantas perguntas, pelo menos, parece-me. porque é um sinal que ele está a desenvolver-se melhor do que seria de se esperar, não é? não sei, tenho receio de estar a cometer uma gafe, amiga. como já aqui disse, pouco sei sobre a condição do vasquito. mas, pelos casos que já conheci, parece-me que o vasco está bastante mais à frente...

vitaminas... sim, creio que foi uma boa saída. e quanto às próximas perguntas... não te preocupes. uma boa mãe - como tu - sabe sempre responder :)

um beijinho (com muita saudade) para a mami e para o filhote :)

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra generique
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra precio

 
Web Statistics