terça-feira, 7 de junho de 2011

PAI - SEMPRE!

"PAIZOCA" - É assim, que muitas vezes o Vasco carinhosamente chama o pai...
Bem o pode fazer! O Vasco tem um pai daqueles que poucos têm... Um pai grande, imenso, um pai sempre presente, sempre firme, sempre PAI.
Desde o primeiro momento - o momento em que lhe confirmeí que ia ser pai pela primeira vez - que ele soube verdadeiramente sê-lo! Não houve nestes 9 anos de existência um unico segundo, em que o pai do Vasco não estivesse presente! De corpo e alma, na teoria e na prática, nas alegrias e nas tristezas! SEMPRE! Sempre...Muitas vezes observo, meio de parte, o elo que os une - o amor tão intenso quanto sereno, que nutrem um pelo outro - e embeveço-me com tão grandioso sentimento. O Pai do Vasco é um homem grande... nas acções do dia-a-dia, na familia, na vida, mas o papel mais extraordinário que cumpre sempre na perfeição é o de pai. Sinto-me isenta para poder dizê-lo e sinto até muitas vezes necessidade de fazê-lo - homenagea-lo, porque é de facto extraordinário testemunhar a forma como sabe ser pai! Começou a comunicar-se com o Vasco, ainda ele se banhava no liquido amniótico que nos liga por 9 meses à vida - Chamava-o, cantava-lhe canções e falava para ele com a inabalável certeza de estar a ser ouvido... Depois quando o Vasco nasceu, prosseguiu como ninguém o seu papel: dando-lhe banho, vestindo-o, massajando-o com cremes perfumados, dando-lhe leite... e quantas noites - apesar de trabalhar no dia seguinte - era nos braços do pai que se lhe acalmavam as crises de choro.
Hoje e após alguns momentos bem difíceis, o pai Miguel continua a ser grande, continua a ser o paizoca e não apenas no nome ou na relação biológica do ser... É o pai Miguel, o melhor pai que o Vasco podia ter - o amigo, o companheiro, o professor, o terapeuta, o paciente, o perseverante, o incansável, o presente... SEMPRE!
Hoje, é também com o pai Miguel, que o Vasco recupera do pé partido em casa. É o pai Miguel que o põe e tira do carro para a cadeira de rodas em que pode passear, é o pai que o ajuda a ir à casa de banho, é o pai que pega nos seus 45 quilos ao colo para que não ponha o pé engessado no chão e arrisque perder a melhor recuperação possivel.
É o paizoca - (mesmo com as exigências que a vida laboral impõe - numa sociedade habituada a atribuir este papel às mães e hostilizando muitas vezes, quando assim não é) - que fica com o Vasco.
Dizem que somos escolhidos para ser pais de meninos especiais, por ser-mos de alguma forma especiais - revejo-me pouco nesta visão das coisas - excepto quando penso na dedicada abnegação deste homem que amo tão profundamente, neste papel - que é porventura o mais importante papel dos homens ante o seu percurso na humanidade.

8 comentários:

Anónimo disse...

gostei de ler este texto...não "conheço" o pai do Vasco, mas já vou "conhecendo" a mãe...
É um menino de sorte, o Vasco, mesmo com a perna partida.
Beijos p os 3
Nanda Lebre

Anónimo disse...

Este texto está lindo ! Bjnhos
As melhoras do Vascão !

Anónimo disse...

Que linda declaração de amor! Merecida com certeza. Beijos à mãezoca ao paizoca e Vasconço. :) Fátima

Sandra disse...

Os teus homens só te dão motivos para teres um grande orgulho. E para o Miguel, apesar de o saber, deve ser tão bom ler as tuas palavras...

Bom fim-de-semana grande aos 3!

Bjs

EC disse...

Olá Cristina
Embora um pouco ausente no blogue, não deixo de seguir as noticias que vai escrevendo. Pais que o são por inteiro só o podem ser como descreve. As melhoras rápidas do Vasco e um grande Beijo para os 3.
Elvira

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Que posso acrescentar a esta tão linda mensagem de amor.
Fiquei comovida e feliz pelo Vasco, por ser um menino com sorte, por ter sem dúvida uma família muito especial.
Beijinhos aos três.

Anónimo disse...

Um Pai Grande!!!
Já tive a honra de estar com os três e constar essa cumplicidade.
E de é facto um previlégio, ter um pai, como o pai Miguel, que está sempre presente...
Rápida recuperação do Vasquinho.
Beijinhos p'ra os 3
Mina
nota-Não tenho conseguido aqui comentar a ver se como anónimo dá...

Maria disse...

Lindas palavras escritas com o coração.
Beijo grande para uma família linda :)

 
Web Statistics