segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ENCONTRO DE AMIGOS

Passamos ontem um dia fabuloso!
Há já uns meses que começou a desenhar-se este encontro convívio de familias com filhos dentro do Espectro do Autismo, através de uma rede social, que muitos criticam pela virtualidade. (O que até certo ponto, entendo). Mas num mundo pequeno, quando a VONTADE é GRANDE, o virtual materializa-se e marca a diferença!
Ficará, por certo na memória dos presentes, um dia passado "em família"... Um dia sem as ansiedades que costumam pautar os passeios e as saídas de muitos destes pais. Um dia onde não foram precisas explicações, porque todos sabiamos do que são feitas as nossas vidas, do que é feito o nosso dia-a-dia.
Rimos, comemos bebemos e fizemos humor, como qualquer grupo de amigos faz quando se junta. Os nossos filhos, também riram, e brincaram sem aquela pressão que esse nosso estado, por vezes também lhes deve provocar!
No fim trouxe o peito cheio de afectos, de entendimento, de aprendizagens, que no fundo já tinha em teoria, mas que nunca tinha tido oportunidade de experienciar desta forma descontraída. Porque este foi uma convivio À GRANDE! Cerca de 50 PESSOAS, algum trabalho e muita liberdade para todos! É disto que precisamos também, é disto que os nossos filhos precisam também, e acredito que é disto que a nossa sociedade também precisa - de nos "VER" - de ver que afinal de contas, somos todos iguais, e que em conjunto temos tanto a partilhar e aprender!
Trago também deste encontro, sonhos mais altos e maior ambição:
Para a próxima encontrar-nos-emos num local mais público...
Para a proxima, levo comigo amigos de "outras familias" e com outras vidas; amigos que trago sempre no peito, porque mesmo sem filhos com as dificuldades dos nossos, estiveram e estão sempre connosco! Aqueles amigos que também temos apesar de tudo e apesar de poucos! Quem sabe assim, arranjemos muitos outros amigos que se mantêem distantes, por desconhecimento... que nos dificultam a vida por ignorância! Quem sabe assim, se chegue um pouco mais perto daquela convivência ideal que eu sonho para todos - Como eu digo tantas vezes, a nossa principal dor, não reside nas diferenças dos nossos filhos... A dor maior vem de uma sociedade impreparada para nos acolher, uma sociedade que não descobriu ainda que teríamos todos muito mais a ganhar com a aceitação e a inclusão daqueles que afinal, não são assim tão diferentes.

3 comentários:

Anónimo disse...

Foi um dia bem passado apesar do meu stress...
Coloquei muita responsabilidade nos meus ombros o que não me permitiu disfrutar da mesma forma.
Fico feliz por ter de alguma forma contribuído para este encontro. e a vossa presença foi muito importante, só faz sentido se os nossos "meninos" poderem andar descontraídos sem pressão dos olhares e comentários...
Obrigada por terem ido gostei de vos revêr.
bjinhos aos 3

Anónimo disse...

O anónimo sou eu ehehheh Mina, que não consigo publicar á muito com a minha conta neste blogue...E como não percebo nada disto :(

Fê-blue bird disse...

Atena amiga:
São estas trocas de afectos e sentimentos que fazem toda a diferença.
Duas amigas que tenho o prazer de "conhecer" virtualmente é certo mas que para mim não faz qualquer diferença.
Bem hajam por tudo!

beijinhos

 
Web Statistics